31 de out de 2010

Meu maior desafio mineiro....

Ontem eu acordei cedo, mesmo sem dormir a noite... tomei café no hotel, passei no banco e fui as compras... Um sofá lindo, mas fiquei só namorando, minha ajuda de custos ainda não caiu... comprei a mesa da cozinha e o fogão, um colchãozinho enquanto a cama não chega e fui para o apto, aguardar a entrega do Ponto Frio.... mas marquei no ponto... e fiquei no frio...
A casa vazia... só geladeira, o colchãozinho recém comprado, um fino endredon, uma garrafa de água e um pacote de biscoito de polvilho...
Restou-me tirar o atraso da noite e cochilar enquanto a TV e a lavadora não chegava...
Uma tempestade se formou... acordei com o barulho do vento uivando, forte... o quarto escuro... umas 14h00 mais ou menos...
Me deparei comigo mesma...
Fazia tempo que eu não refletia sobre minha realidade... me senti como uma personagem da Sandra Bullock... qualquer uma... mulher bonita, inteligente, divertida, bem sucedida e sozinha... sempre sozinha...
As pessoas não entendem certas reações minhas... não aceitam certas escolhas, porque sabem que tem com quem contar... e eu? Amigos, Graças a Deus, tenho aos montes!! Aqueles que a gente pode ligar a qualquer momento... mas tem horas que a gente quer mais que isso, que a gente precisa mais que isso... Familia? Tenho irmãos maravilhosos, dos quais eu sinto muito orgulho... mas o cordão umbilical já não existe mais... hoje são adultos, casados e tem suas familias, filhas lindas, trabalhos, casa para cuidar... e eu? Pergunto de novo...
Sinto falta dos meus pais... sinto falta da minha vida de casado... sinto falta de familia.. Familia no dia-a-dia... na rotina!!!
Depois de algumas horas de relexão quanto a solidão e nada dos móveis chegarem, fui jantar na casa da minha chefa... pertinho de casa!! Conversamos bastante... e no meio da conversa, enquanto falavamos da minha transição Juruti X Poços, soltei uma frase, quase sem querer, que me remeteu a minha experiência verspetina: sou sozinha no mundo, então minha familia são os amigos que faço nos lugares que moro...
Foi ai que percebi meu maior desafio em Poços: constituir uma nova familia!!!
Em Juruti, quando chegava alguém novo lá, a primeira coisa que a gente fazia era convidar a pessoa para sair, tomar uma cerveja, comer uma pizza, ir a alguma festa... nossa preocupação era enturmar a pessoa... aqui é diferente... não é só o clima que é frio... as pessoas também... mas não por mal.. simplesmente pela falta de necessidade... Eles estão em seu habitat natural, com suas familias, pais, maridos, esposas, namorados(as), amigos, não precisaram disso, então não percebem a necessidade de precisarmos...
E talvez por isso me sinto muito mais sozinha aqui do que em qualquer outro lugar que eu já tenha morado... vim pra cá sem amigos, sem irmãos, sem pais, sem marido... não tenho o que eles tem...
Pleno sabado a noite, eu em casa.. Carnalfenas rolando, e eu em casa... a cidade cheia de opçoes para sair, e eu em casa... Encarar essa realidade é estranho... mudar essa realidade vai ser dificil...
E mais uma noite sem dormir...

19 de out de 2010

Home Sweet New Home

Estou tão feliz!! Peguei as chaves do apto hj!!!

Já tenho um lar! Já tenho um endereço!!!

Agora só faltam os moveis, rss

15 de out de 2010

Vida Nova!!

Acho que está na hora de mudar o nome desse blog... Bem Vindo - Bem Vivendo - Bem Mudando seria um nome mais adequado, rsss..
Afinal, desde que o criei, essa já é minuha 4a. mudança... agora estou em Poços de Caldas - MG!!
Vim transferida pela empresa... consegui!!

Faz 3 dias... agora que está caindo a ficha..

Hoje foi um dia corrido... visitei 6 aptos... gostei de 1.
Amanhã visitarei mais 9...

Aos poucos vou construindo a nova velha Tatiana Gigante - Pequena GIGANTE!!