17 de jun de 2011

Minhas Helenas

Minha Psicóloga costuma brincar que minha vida é uma novela e cada uma das minhas fases é uma personagem...
No auge da minha insonia diaria e costumeira que eu carinhosamente apelidei de insonia das 4 (sempre as 4h da madruga), eu me encontro refletindo sobre a vida e tudo que eu passei. Então decidi listar as mulheres da minha vida. Vamos ver se dá uma boa novela mesmo? Eis as minhas Helenas:
1. Helena Flor: adolescente que muda com a familia para uma cidade nova e tem dificuldade de se adaptar. Conhece um rapaz mais velho por quem se apaixona. Seu primeiro amor. Ele passa uma imagem de bom moço, mas é violento e possessivo. Sempre bate nela, a ameaça e tira sua virgindade forçando-a ter relação, com uma faca no pescoço. Helena flor é retraida e tem dificuldade de relacionamento com seus pais. É uma menina estudiosa, mas que quando começa a viver as crises desse amor, passa a ter problemas na escola e quem precebe é uma professora que vai tentar ajudá-la.
2. Helena Maria: uma professora recém-formada e inexperiente que, pela necessidade financeira e por ideologia, começa a trabalhar numa escola de suburbio. É solteira e ajuda os pais nas despesas com a casa. Tem dois irmãos menores, que ela cuida. Se depara com varios alunos problematicos, inclusive Helena Flor, a quem decide ajudar.
3. Helena Aparecida: uma mulher batalhadora, que cria seus três filhos sozinha, vendendo marmitex nas portas de fábrica. É amiga da mãe de Helena Flor.
4. Helena Rosa: uma hipponga que viaja pelo Brasil em seu trailer, vendendo artesanatos e divulgando as diversas culturas do Brasil. (Essa é a minha Helena idealizada).
5. Helena Dark: uma menina de classe média que adora baladas e vive na loucura. Tem um namorado que toca numa banda de rock. Os dois fazem muita bagunça juntos, mas ele é mais ajuizado que ela e passa a ajuda-la a se tornar uma pessoa melhor. No começo vivem um relacionamento conturbado, que depois vai se harmonizando. Mas o relacionamento termina quando ela se apaixona por um amigo.
6. Helena Madalena: uma mulher nova e recem casada, que perde os pais de uma forma trágica e se vê na obrigação de cuidar dos irmãos mais novos. Vive um eterno conflito em se dividir entre o marido e os irmãos.
7. Helena Yara: uma mulher divorciada e sozinha, que um dia conhece seu idolo. Os dois se envolvem e passam a viver um relacionamento apaixonadamente louco e complicado. Ela trabalha como secretaria num escritorio.
8. Helena Patricia: uma menina de classe alta, fútil e mimada. Trata as pessoas de forma arrogante e se acha melhor que todo mundo. Mas também sofre muitas decepções. Um dia passa a enxergar os erros que cometeu e vai em busca de corrigi-los.
9. Helena Angelica: organizadora de eventos, mulher cheia de amigos e totalmente indepentente. Vive trocando de namorado e não se apega a ninguém.
10. Helena Tatiana: A protagonista. Uma mulher independente e trabalhadora. Formada e pós graduada, em busca de uma ascensão profissional. Conhece um homem no trabalho que demonstra ser o cara mais apaixonado do mundo. Começam a viver um romance lindo que mais parece um conto de fadas. Casam-se rápido. E ai os problemas começam a aparecer. Ela fica submissa a um homem cafajeste e mulherengo, que a manipula e a faz se sentir culpada dos problemas que eles vivem. Mas um dia consegue dar a volta por cima.
11. Helena Sandra: uma mulher que sonha em ser mãe. Tem um bom casamento, mas se sente incompleta. Vive em função de tratamentos para engravidar. O marido não aceita muito a ideia. Entao ela passa a ter um caso extra-conjugal, na tentativa de ser mae.
12. Helena Silvia: uma garota esforçada, timida e atrapalhada que é apaixonada por um grande amigo, mas não consegue se declarar. Prefere ficar oculta só para estar perto dele.
13. Helena Andrea: De familia de classe alta e cansada de ver o sofrimento do pai viuvo, se reune com as irmas para encontrar a mulher ideal para o pai. Depois de muita procura, encontram uma mulher com quem seu pai se casa. Porém essa mulher não é flor que se cheire. Tem a intenção de dar o golpe do baú, provocando inclusive a morte de seu pai.
14. Helena Augusta: é mae de uma criança pequena e inteligente e tem uma mae alcoolatra. Nunca tem tempo para si, pois sempre se divide entre ser mae e ser filha.
Enfim, tem muito mais Helenas dentro de mim. Mas a gripe não deixa eu parar de lacrimejar e estou com dificuldades de enxergar o que escrevo... mas acho que sim, daria uma boa novela, né? Imagine só todas essas Helenas se encontrando numa trama? E logico, não é só de Helenas que se vive uma vida... tem os personagens coadjuvantes, que são as pessoas que eu tanto amo e muito me ajudaram a ser o que sou hoje. Entre elas, posso destacar: Sheila, Sandra, Nanda, Thu, Kelsia, Kell, Guaciara, Ellen, tia Izabel, Aninha, Claudio, Patrick, Lobo, Juliana, Ricardinho, tia Ana Mirtila (in memorian), Dona Ana, outra Dona Ana (in memorian), etc... e os pares amorosos, sendo alguns deles, vilões: Marcelo, Wener, Ranan, Welber... parei nesse instante para ler o que escrevi e vi que todos os pares amorosos tiveram um “q” de vilão nessa história, rss... Seria uma novela ante ao amor? Rss... Acho que não, acho que seria totalmente em prol dele!! Em prol do amor!! Ensinando as pessoas a como ser e a COMO NÃO SER um grande amor...

Nenhum comentário:

Postar um comentário